10 comentários:
De Joanina a 23 de Agosto de 2008 às 22:24
E um projecto interessante... Gostei pois fiquei a conhecer mais um pouco de ti! Achei muito interessante seres natural de São Bartolomeu, não sabia. E um lugar ao qual tenho fortes ligações!
Bom fim de semana!
Bj da Jo
De Lala a 24 de Agosto de 2008 às 00:38
Olá amiga.
Ainda bem que gostaste.
Mas fiquei curiosa por saber que ligações são essas.
Se me quiseres contar... posso tambem depois, e pelo mail, dizer-te quem são os meus pais, se calhar conheces.
Era tão engraçado se a minha família te conhecia.
Bjocas.
Lala
De samueldabo a 23 de Agosto de 2008 às 23:02
Carla.
Saúdo a tua personalidade de mulher livre pensadora, que ousa com os seu exemplos fazer alguma pedagogia neste mundo ás avessas onde cada vez mais é cada um por si, e a tua partilha humana, publicitando um trabalho de outro, com o mero sentido de divulgação e entreajuda a um amigo.
Um beijo de admiração e amizade
De Lala a 24 de Agosto de 2008 às 00:46
Olá amigo.
Nem sempre é fácil revelarmos quem somos.
Mas quando temos coragem de o fazer faz-nos bem, alivia-nos.
E se os nossos dramas ajudarem os outros, vale o desabafo.
Obrigado pelo apoio.
Bjocas non coração.
Lala
De NEOABJECCIONISMO a 23 de Agosto de 2008 às 23:12
Carla
Olá, amiga.
Todos nós somos feitos de experiências dolorosas.
Lembro-me de sempre me sentir um menino só e triste. Limitado de mim e por mim, chacoteado por todos, até que me ergui dos atoleiros onde queriam que me afundasse.
Saúdo a tua integridade de mulher total, amiga, mãe e amante dos teus amores. Saúdo a tua frontalidade perante a vida. O que fomos e o que somos, é a nossa história. No momento seguinte já não sabemos.
Saúdo a tua amizade. A tua bondade. O teu espírito livre e responsável.
beijos de amigo
De Lala a 24 de Agosto de 2008 às 00:52
Olá Neo.
Pois é.
Nem sempre as nossas vidas são fáceis.
A minha frontalidade deve-se ao apoio de amigos como tu, que me aconchegam o coração.
Esta passagem da minha vida também serve para alertar as jovens que lerem este blog, e que estão com vontade de iníciar as suas relações.
Nem tudo o que parece é.
Bjinhos
Lala
De romanesco a 23 de Agosto de 2008 às 23:28
Carla
Estou emocionado com a exposição que deste ao meu humilde trabalho sobre um período importante da tua vida.
A protagonista és tu. Os traumas foste tu que os sofrestes e teres a coragem de os dissecares em público, para que outros colham ensinamentos e não só criticas desajustadas.
Obrigado pelo destaque. Sinto a profundidade de uma amizade que se consolidou com o tempo. Saúdo a Bela Ilha que te viu nascer e que guarda ainda alguns dos teus segredos mais profundos.
És uma mulher maior. Angra deve orgulhar-se do valor das mulheres que tem e tu estás entre as maiores.
Um beijo de profunda e pura amizade.
J.R.G
De Lala a 24 de Agosto de 2008 às 01:16
Oh amigo.
A maneira como escreveste a minha história foi tão linda.
De um si mples momento fizeste uma emoção.
Tens o dom da escrita, de nos amocionar, de nos fazer sonhar.
Ter uma biografia tua no meu blog é uma honra e um previlégio.
Milhões de beijos no teu coração.
Carla
De Asterias a 24 de Agosto de 2008 às 09:07
Oh my God... passou tanto tempo e parece que foi ontem. A maior prova de que o tempo cura e ensina. Hoje és outra, mais forte e mais sábia.
Beijinho amiga.
De Lala a 24 de Agosto de 2008 às 11:18
É verdade amiga.
Mais de 15 anos se passaram, mas ainda hoje ao ler esta passagem da minha vida, e agora escrita por outra pessoa, não consigo evitar que as lágrimas me caiam pelo rosto.
É tão triste a desilusão!!!
Mas tu estiveste sempre lá para me amparar.
Obrigado minha amiga do coração.
Nunca esquecerei isso.
Milhões de beijos.
Lala

Opinar