Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Escaldante...

 

Olá.

Já há algum tempo que não escrevo uma das minhas histórias picantes.

Pois bem... hoje apecete-me, por isso aqui vai.

 

                                       

                                                                                      (Imagem tirada da net)

 

Era um fim de tarde de um Verão sombrio e nada solarengo.

Mafalda, em casa, entediada e sem nada interessante para fazer, resolve navegar na net.

Já há algum tempo que não visitava alguns blogs amigos.

Sentou-se à secretária, abriu o PC e foi por ali fora, sem destino aparente.

Visita aqui, comentário ali, quando se deparou com um blog que sempre lhe chamara bastante à atenção, pela falta de pudor e pela sinceridade com que tratava de um tema algo tabu, o sexo.

Foi lendo post atrás de post, como sempre a autora era mordás e bastante promenorizada nas discrições que fazia, de todas as situações.

As histórias apimentadas e bem explícitas, começaram-na a deixar quente, verdadeiramente a escaldar.

Cenas de sexo hetero e mesmo algumas de lesbianismo.

O promenor em que estas eram descritas, começaram a deixar Mafalda inquieta, com a respiração acelerada e o coração a palpitar.

Sentia-se uma "voiere", era como se ela própria estivesse a assistir, tal era a quantidade de promenores.

Em dois tempos, tinha tirado a blusa e acariciava sensualmente os seus seios.

De post em post, a chama crescia, e Mafalda já não se conseguia controlar. Sentia-se "molhada", com a sua sexo aos "saltos".

Perdendo o pudor, Mafalda despe as calças e mete as mão por dentro das cuequinhas. Estava toda húmida, o tesão era enorme.

E lentamente, em pequenos toques começa a masturbar-se.

Era uma sensação diferente, já o tinha feito antes, mas nunca daquela forma.

Foi explorando o seu corpo e dando largas aos seus desejos.

Estava de tal forma embrenhada naquele mar de sensações, que nem deu pela chegada do companheiro.

Ele foi entrando devagarinho, e sentindo-se atraido por aquela imagem, de puro prazer e satisfação, aproximou-se devagarinho.

Mafalda assustou-se, sentiu-se envergonhada, quis parar.

Mas o companheiro incentivou-a a continuar:

- Não pares. Estou a gostar de te ver.

- Mas não ficas chateado?

- Claro que não! Até estou a gostar. Posso participar também?

- Claro meu amor.

Então, em gestos suaves e já sem vergonha alguma, Mafalda despe o companheiro e vai tocando o seu corpo firme e moreno.

- Que queres que te faça?

- Hoje és tu quem manda Mafalda. Faz comigo o que te apetecer.

Mafalda estava radiante.

Sem perder tempo, foi descendo pelo corpo do companheiro com carinho e sensualidade, beijando-o e mordiscando-o.

Depois, ajoelhando-se beija carinhosamente o membro já entumescido e húmido do companheiro.

Abre a boca suavemente e com movimentos de vai e vem enche de prazer aquele que ela ama.

As emoções estão ao rubro. Os corpos suados e a estremecer de prazer rolam pelo chão.

- Hoje é o teu dia. Vem. Deita-te de costas.

E descendo pelo corpo dela com caricias e beijos molhados, ele vai bebendo do corpo dela todos os sucos, todos os sabores.

Ela está em extase.

Estremece, vibra...

E finalmente, com um grito lacinante, deixa-se explodir num orgasmo doce e violento.

- Nunca tinha sentido nada assim.

- Ainda bem que gostaste.

- Mas tu não gozaste!

- Não faz mal. Hoje foi o teu dia. Estás feliz?

- Muito.

- Então temos de repetir esta experiência mais vezes.

- Amo-te muito, meu amor.

- Eu também.

 

                                               FIM

 

 

 

 

 

Sinto-me: Atrevida
Música: Cause to love you - Fingertips
Publicado por Lala às 23:48

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
8 comentários:
De Lala a 6 de Agosto de 2008 às 19:39
Olá Neo.
Estava doidinha pelo teu comentário.
Obrigada pelos elogios.
Andei um pouco adormecida, mas acordei.
E pelos vistos ainda bem que sim.
É verdade, às vezes os homens esquecem-se de perguntar o que, num acto sexual, a companheira gostaria que eles lhe fizessem.
Mas o contrário também acontece, se bem que acho que cada vez menos.
Pois as mulheres estão se mostrando cada vez menos inibidas e mais verdadeiras nos seus desejos e fantasias.
Já agora, se posso dar um palpite vai ver o blog que a "Mafalda" visitou: http://diariodeumamulhermadura.blogs.sapo.pt/
Acho que vais perceber o que quero dizer.
Bjocas no coração.
Lala
De NEOABJECCIONISMO a 6 de Agosto de 2008 às 20:31
Carla.
Foge mulher. Metes-me em cada uma. Só saí de lá agora e venho feito um farrapo. Esmifraram-me todo.
O que elas queriam era um homem, apareci eu, olha, nem repararam. E tu sabes que já preciso de contenção. Foi até eu dizer que já não dava para mais, e elas viram que não dava. vai daí voltaram-se de novo para o gigante ...
És tão querida, amiga. Mas cuidado, já não posso embarcar em aventuras a três...
Beijinhos
De Lala a 6 de Agosto de 2008 às 21:06
Neo tu és demais.
Fazes-me soltar gargalhadas de alegria.
Pelos vistos gostaste da visita.
era como dizia na história, faz-nos subir as paredes.
Os meus contos, são inocentes ao pé dos dela.
Mas também adoro passar por lá.
Aviva-nos o espírito.
Bjocas no coração.
Lala

Opinar

.Conhece-me

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Memórias Recentes

. Apaixonada...

. To an Angel...

. "Sou fã..."

. O primeiro encontro... 3

. O primeiro encontro... 2

. O primeiro encontro...

. Olá a todos... Voltei

. Som do coração

. Que saudadessssssssssssss...

. Tenho saudades...

.Memórias Passadas

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 
blogs SAPO

.subscrever feeds