3 comentários:
De samueldabo a 3 de Agosto de 2008 às 16:06
Carla, minha querida amiga.
Saúdo este texto, pleno da afirmação de ser mulher.
É tempo de acabar com a mulher objecto, a mulher coisa, que se usa e abandona, como se não tivesse mais préstimo.
O teu texto alerta também as consciências dos que, entre nós, subestimam a condição de ser mulher e lhe colocam toda a série de obstáculos à sua realização pessoal.
Pela mulher livre de preconceitos.
Beijinhos no coração
De Lala a 4 de Agosto de 2008 às 17:01
Olá amigo do coração.
Este texto faz parte de um trabalho sobre os direitos da mulher que eu fiz conjuntamente com uma das minhas meninas, do lar em que trabalho.
É incrível, o que, ainda nos dias de hoje, acontece a muitas mulher por esse mundo fora.
Este texto tentou ser um alerta, uma chamada de atenção para uma realidade presente em muitas sociedades.
A exploração, a mutilação, a agreção, a falta de igualdade.
Espero que este texto possa contribuir para um abrir de olhos para este mundo de injustiças.
Milhões de bjos no teu coração.
Lala
De Leonardo Alves a 12 de Fevereiro de 2010 às 14:19
Realmente, a situação das mulheres muçulmanas é bastante desagradável e humilhante. Há três anos atrás, tive a oportunidade de visitar o "mais ocidentalizado" dos países muçulmanos: A Tunísia. Lá, pude observar um mundo, praticamente de homens, muito poucas mulheres na rua, inclusive, observei que algumas, as não muçulmanas, utilizavam roupas comuns ao nosso meio. Mas também me cruzei, de entre as poucas que vi na rua, com algumas com uma vestimenta preta, com o rosto coberto, a exceção dos olhos. Estas, sequer podem tocar em outra pessoa, pois reagem de forma muito estranha quando isto acontece. Isto aconteceu com a minha esposa, ao cruzar-se com uma destas senhoras, em uma portada de um restaurante de estrada, quando lá paramos.
Apesar destas situações discriminatórias, relativamente as mulheres, acredito que a Tunísia deverá ser a porta para a democracia, pois, pelo que sei é o mais "democrático" de todos os países muçulmanos.
Assim seja!

Leonardo Alves

http://www.youtube.com/pelotense5

Opinar