Sábado, 17 de Setembro de 2011

Apaixonada...

 

 

Madalena estava apaixonada.

Tinha conhecido Antonio por acaso, ele era amigo duma amiga dela e essa amiga tinha os apresentado.

Tinham muitas coisas em comum, ambos gostavam de cinema, de sair a noite, de musica...

António era mais velho que Madalena 10 anos, mas essa diferença nao os afastava, Antonio era alegre e bem disposto e havia algo nele que cativava Madalena.

Um dia estava madalena em casa a ver TV e o telemovel toca.

- Estas em casa? (era o Antonio)

- Estou, porque?

- Estava a pensar se nao kerias ver um filme. Aluguei um mas nao keria ver sozinho.

- OK. Pode ser, tambem nao tinha planos pra hoje.

- Daki a pouco estou aí.

- OK. Até já.

Akele telefonema deixara Madalena muito curiosa. Um filme??? Akela hora??? Eram kase 22 horas e ai nda por cima num dia de semana, kando Antonio se levantava cedo no dia seguinte! Hummmm... Ali havia algo de estranho.

Passado algum tempo uma msg no tlm:"Estou aki."

Madalena foi abrir a porta.

Lá estava ele. Jeans, polo azul e casaco jeans.

Madalena estremeceu. O xeiro do perfume dele invadiu-lhe a alma e o corpo kando ele a cumprimentou com um beijo doce na face.

- Tudo bem contigo? (perguntou Antonio)

- Sim e contigo?

- Tambem.

Antonio mirou-a de alto a baixo. Madalena estava so de T-Shirt comprida, dakelas de levar pra praia, rosa choque. 

Madalena levou Antonio ate a sala, o DVD ja estava pronto, puseram o filme, era uma comedia romantica.

Sentaram-se no sofa, cada um no seu canto. Madalena de perna cruzada deixava a vista as pernas compridas e benfeitas. Antonio no seu canto admirava-lhe as formas enkanto via o filme.

Foram vendo o filme, riam, comentavam algumas cenas, e Madalena ia se concertando no sofa enkanto tocava ao de leve com o pe na prna de Antonio, este nem se mexia.

O filme chegou ao fim. e Antonio diz k tem k ir embora.

- Vai. (responde diretamente Madalena)

- E se eu kiser ficar (pergunta provocador Antonio)

- Fica, tu é k sabes.

- Amanha é dia de trabalho e já é tarde. É melhor eu ir embora.

- Ok.

Madalena levanta-se e kando se vai despedir de Antonio com um beijo... As bocas escorregam e os labios encontram-se.

Madalena nunca tinha sentido nada assim. Beijo mais doce... Um arrepio percorre-lhe o corpo. As maos tocam-se, os corpos roçam-se um no outro...

- Não vas embora. Fica comigo.(pede Madalena)

E pegando-lhe na mão leva-o ate ao seu quarto.

 

 

                                                                                    (Continua...)

 

 

 

 

 

 

 

Sinto-me: Romantica
Música: Bruno Mars - Just The Way You Are
Publicado por Lala às 12:55

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

"Sou fã..."

 

 Guarde o seu sorriso só prá mim,
que eu te dou o universo em meu olhar.
Se sentir na pele um arrepio,
são meus dedos te tocando prá te contar...

 

Sou fã do seu jeito
Sou fã da sua roupa
Sou fã desse sorriso estampado em sua boca
Sou fã dos teus olhos
Sou fã sem medida
Sou fã n° 1 e com você
Sou fã da vida

 

Guarde o seu sorriso só prá mim,
que eu te dou o universo em meu olhar.
Se sentir na pele um arrepio,
são meus dedos te tocando prá te contar...

 

Sou fã do seu jeito
Sou fã da sua roupa
Sou fã desse sorriso estampado em sua boca
Sou fã dos teus olhos
Sou fã sem medida
Sou fã n° 1 e com você
Sou fã da vida

 

 

Quero convencer seu coração,
que o meu amor foi feito prá você
Quero te dizer que esta paixão,
não encontra outra forma prá dizer...

 

Sou fã do seu jeito
Sou fã da sua roupa
Sou fã desse sorriso estampado em sua boca
Sou fã dos teus olhos
Sou fã sem medida
Sou fã n° 1 e com você
Sou fã da vida

 

Sinto-me: Xeiinha de vontade...
Música: Fã - Christian e Cristiano
Publicado por Lala às 15:47

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
Sábado, 10 de Outubro de 2009

Tenho saudades...

 

 

 

 

Tenho saúdades do teu corpo.

Da forma ardente como me beijavas.

Do toque suave e quente das tuas mãos.

Do teu corpo colado ao meu.

Dos teus dedos penetrando-me em estocadas fortes e ritmadas.

Da tua boca nos meus seios.

De ti dentro de mim.

 

Tenho saúdades...

De como nos enrolavamos na minha cama.

De como me davas prazer e me levavas à loucura.

Das fantasias que partilhávamos ao ouvido.

Das palavras provocantes que me dizias.

Dos encontros que marcávamos ao entardecer.

Das promessas de amor e paixão.

 

Tenho saúdades.

Quero-te de novo aqui.

Com a tua boca colada à minha.

Com as tuas mãos nos meus seios.

Com o teu mastro dentro de mim.

Com o teu corpo colado ao meu.

Quero voltar a sentir o teu tesão.

As contrações da minha rata.

O suor do teu corpo.

O gosto dos teus beijos.

O toque das tuas mãos.

 

Tenho saúdades.

 

 

Sinto-me: com tesão
Música: miss you
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Na praia...

 

 

Sozinha, entediada, vou passear à beira-mar.

O mar acalma-me, serena-me.

Olho aquele mar imenso e sinto-me só. A vida corre sem emoção, sem imprevistos. A rotina deixa-me neurotica e enervada.

O dia está a findar, passei o dia na praia, sozinha, a olhar o mar, a imensidão do oceano.

Tenho necessidade duma emoção, de sentir uma paixão que me altere a razão.

Lembro-me de um amigo com quem já não falo há muito. Falávamos muito, mas ele atulhado de trabalho, já não telefona e eu como não quero incomodar, fui deixando o tempo passar e a ausencia se instalar.

Mas hoje é diferente, preciso dele, do sorriso, da alegria, da emoção de estar junto dele e de lhe falar.

Pego no telemovel e mando-lhe uma mensagem...

"- Onde estás? Tenho saudades tuas. Quero te ver."

O meu coração bate a 100 á hora. Não acredito no que fiz. Que loucura.

O telemovel toca, do outro lado, a voz quente que tanto desejava ouvir...

- Estou em casa. Também tenho saudades tuas.

- Queria tanto estar contigo!!!

- Eu também. Onde estás?

- Estou na praia. Passei o dia aqui. Sinto-me deprimida, angustiada, sozinha. Vem ter comigo!!!

Num segundo o telemovel desliga-se.

A espectativa é grande, será que caiu a chamada? Será que foi ele que desligou? Será que ele vem? Será que ele não vem?

Sinto um aperto dentro do peito, um calor que me invade, a tão desejada emoção instala-se em mim.

Os segundos passam como se fossem horas. Nem um telefonema, nem uma mensagem, nada.

Derrepente, no silencio da noite, alguém se aproxima.

Não são precisas palavras. os corpos falam por si.

As mãos, os beijos, as linguas, misturam-se numa envolvencia erótica e sensual.

- Queria tanto estar contigo! Estava a morrer de saudades tuas.

Éramos só amigos, nunca tinhamos estado juntos daquela forma. Já tinhamos tomado café, conversado pela internet... mas entre os dois havia uma atracção imensa.

Enfim chegara o dia.

Deitamo-nos na areia... os nossos corpos rolavam envoltos em gestos de ternura. Era tão bom estar ali!

Quantas vezes já tinha sonhado com aquele momento, com o sabor dos teus beijos, com o toque das tuas mãos.

Hoje ia acontecer. Estava finalmente nos teus braços.

Devagar, sem pressas despes-me a blusa. Tremia de frio e de emoção.

A tua boca nos meus seios, as tuas mãos quentes passeavam-se pelo meu corpo. E ias me chupando os mamilos enquanto eu estremecia de prazer já doida pra te ter por inteiro.

Despi-te o blusão. O teu corpo era perfeito, liso, sedoso, quente...

Beijo-te o peito com emoção e ardor.

Abraças-me forte e num gesto atrevido metes a mãos dentro das minhas calças, tocas-me o sexo e eu estremeço.

Estou toda molhada, abro as pernas para que me contiunues a tocar. Gosto do teu toque, da forma como me masturbas. Estou completamente louca de desejo.

Arranco-te as calças e começo a chupar-te a pila, ela está enorme, pulsa de tesão, está molhada e sinto na minha boca o gosto do teu desejo.

Despes-me as calças, atira-las para longe. Desces pelo meu corpo como uma cobra, viraste-te ao contrario, formamos um 69 perfeito. A tua lingua na minha rata em movimentos circulares, faz-me estremecer de desejo e chupar-te cada vez com mais intensidade.

Levanto-me de um salto. Quero que me comas por trás. Ponho-me de gatas, tu não perdes tempo e metes a tua pila toda dura dentro de mim.

É tão bom!!! Melhor ainda do que eu alguma vez tinha sonhado. És uma amante perfeito, sabes tocar todos os meus pontos, levar-me à loucura. Com um safanão, arredas-me, deitas-te na areia húmida e dizes que te monte como a um cavalo. Eu salto para cima de ti. O teu sexo duro entra devagar dentro de mim. Que tesão, que fogo, que paixão.

Cavalgo-te louca de desejo e tesão, cada vez com mais força.

Estás prestes a explodir e eu também.

Dizes que queres jorrar o teu leite na minha boca e que queres sentir o meu sumo na tua boca.

Voltamos ao início, formamos com os nossos corpos entrelaçados um 69 perfeito, e assim, em espasmos de prazer e loucura, deixamos jorrar de dentro de nós, os nossos sucos, frutos da nossa emoção, na boca um do outro.

Estamos exaustos, o frio apodera-se dos nossos corpos. Enrolamo-nos nas nossas roupas e deixamo-nos ficar ali, sentados, abraçados um ao outro, contlemplando a lua que já há muito surgira no céu escuro da noite.

 

 

 

 

 

Sinto-me: louca
Música: Unfaithful - Rihanna
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Há coisas k nos akecem de tal forma a alma, k nos deixam sem dormir...

 

Não consigo dormir...

Fecho os olhos e só consigo sentir os teus lábios nos meus...

O teu gosto na minha boca...

Quero tocar-te, estico os braços, mas como uma imagem refletida na água tu desapareces.

Torno a fechar os olhos, e imagino-te ali...

O teu sorriso, o teu corpo...

O meu corpo estremece.

A vontade de te ter junto a mim deixa-me maluca.

Quero te abraçar, te beijar, sentir-te dentro de mim.

Imaginar as tuas mãos a percorrer o meu corpo...

Os teus lábios quentes, a tua lingua molhada na minha...

Deixam-me cheia de vontade de...

Só de pensar nisso perco a razão, a compostura.

Parece que trepo paredes, tamanha é a vontade de estar contigo.

Quero te ter...

Quero provar cada pedaço do teu corpo...

Quero morder cada centimetro...

Quero-te intensamente.

Como já há muito tempo não queria ninguém.

Deixas-me louca.

Louca de prazer,

Louca de vontade,

Louca de...

A tua imagem aquece-me por dentro.

Incendeia o meu corpo e a minha alma.

Cresce dentro de mim uma fogueira, cada vez que penso em ti.

E esta fogueira que tu acendeste no meu corpo...

Não me deixa dormir...

 

 

 

Sinto-me: Quente
Música: Fogo e paixão - Wando
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Sonho...

 

Caminhava pela rua, a noite caira e não se via vivalma.

As sombras vindas das ruelas estreitas, assustavam-me, parecia que alguém me seguia...

De repente, ao virar de uma esquina surge um vulto.

Recuo com medo.

Tu dizes que não tenha medo.

Afinal eras só tu.

Seguimos lado a lado...

O silêncio, e escuridão... envolvem-nos.

Pegas-me pela mão e levas-me para um ponto mais isolado.

Sei o que queres, já há muito que o quero também.

Olhas-me nos olhos e sorris.

Passas-me as mãos pelos cabelos, dizes como me achas bela.

Eu coro de vergonha.

Nunca fui vaidosa, nunca me achei bela.

O toque suave das tuas mãos nos meus cabelos fazem-me estremecer.

Perguntas-me se estou com medo.

Respondo que não, que também quero estar contigo.

E com a suavidade de um botão de rosa... beijas-me pela primeira vez.

Sinto-me tão feliz. Já há muito tempo não me sentia assim.

Aos poucos e sem pressas, vais passando as mãos por dentro da minha blusa, ao longo das minhas costas.

A cada toque teu sinto-me estremecer.

Os teus beijos no meu pescoço... as tuas mãos nos meus seios...

Deixo-me levar pelas emoções e retribuo os carinhos.

Levanto-te a camisola e beijo ao de leve o teu peito nú.

Cai uma chuva miudinha... levas-me para um lugar abrigado.

Não sei bem onde estou, a um canto um monte de feno.

Sentas-me e desabotoas a minha blusa devagar.

Sinto de novo a tua boca no meu pescoço, e vais descendo.

Abraças-me com carinho enquanto me desapertas o sutien.

Deixo-o cair no meu colo enquanto me beijas os seios com ardor.

Já todo o meu corpo queima como se fosse uma fogueira.

Tiro-te a camisola e vou passando emocionada as mãos pelo teu tronco.

Sinto-me tão feliz.

Deitas-me sobre  o feno econtinuas a beijar o meu corpo, descendo devagar até à minha cintura.

Desapertas o botão das minhas calças e abres o fecho... e com suavidade despes-me as calças.

Sinto um arrepio, tenho frio.

Tu, carinhoso e atento deitas-te ao meu lado e abraças-me para me aqueceres.

Eu sorrio feliz, já me sinto melhor.

Voltas a levantar-te, pões-te de joelhos e tiras-me as calcinhas devagar.

As tuas, mãos, quentes a passearem pelas minhas pernas, enchem-me de prazer.

Começo a sentir a tua boca, a tua lingua, a tua respiração nas minhas pernas, nas minhas coxas, subindo cada vez mais em direcção ao mais interior de mim.

Abres-me as pernas devagar... beijas-me o grelinho que já grita de desejo por ti.

A tua lingua a lamber-me em movimentos circulares, as mordidelas dos teus dentes, deixam-me louca.

Mas tu não paras. Metes um dedo e depois outro dentro de mim.

Eu gemo de prazer e tu entusiasmado pelos meus gemidos vais acentuando mais e mais os movimentos.

Estou toda molhada, e tu... duro como um pau.

Puxo-te para cima do feno, levanto-me e de joelhos ao teu lado vou te despindo as calças.

O teu pau mal cabe dentro delas. está enorme, duro cheio de tesão.

Deito-me sobre ti e beijo-te com paixão. Depois, descendo devagar pelo teu corpo, vou beijando cada pedaço.

Ajoelho-me aos teus pés e começo a lamber o teu pau.

É tão bom, ele está tão duro e é todo para mim.

Não consigo me controlar. Abro a boca e engulo-o todo até que ele despareça dentro da minha boca.

Tu estremeces de prazer. E eu vou chupando e chupando cada vez mais.

Tu contrais-te em espasmos de prazer.

Estás tão duro que parece que vais rebentar.

Levantas-te de um salto, agarras-me e atiras-me para o feno.

Deitas-te sobre mim, afastas-me as pernas e com suavidade entras dentro de mim.

É tão bom.

Pões os teus braços por detrás das minhas costas e apertas-me contra ti.

Somos um só.

E vais me penetrando mais e mais.

Sinto-me invadida por uma sensação dificil de descrever.

Os nossos corpos estremecem.

Sinto-te derramar dentro de mim o sumo do teu amor, e eu já à muito me desfazia em ti.

Viemos-se os dois como um só.

Beijaste-me com ternura, olhaste-me nos olhos...

 

e eu acordei.

Não tinha passado de um  sonho...

 

Sinto-me: A escaldar
Música: Strangers in the night - Frank Sinatra
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Beijo...

(Imagem tirada da net)

 

Num beijo perco-me.

Perco as forças de resistir

Mas ganho as forças de amar,

De seduzir, de atraiçoar.

 

Num momento de paixão,

Perco a razão e a lucidez.

Mas ganho sonhos,

Sonhos que me fazem perder o sono.

 

Beijo...

Loucura, tesão, emoção.

Ruela escura por onde me perco e te encontro.

Abraço, quente e firme que me envolve e seduz.

 

Toque...

Que me arrepia só de pensar.

Lembrança que me faz querer te pegar.

Calor que percorre todo o meu corpo.

 

Olhar...

Que entra bem fundo dentro de mim,

E põe a nú tudo o que sou.

Me expõe, me mostra, me devora.

 

Querer sentir esse beijo...

Pecado.

Querer sentir esse toque...

Loucura.

E no fim é só sonho...

Frustração.

 

 

 

 

 

Sinto-me: Com vontade de beijar
Música: Deixa-me Olhar - Imperio dos Sentados
Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

Sedução...

 

 

Sedução...

Palavras que se dizem no calor da emoção.

Que nos perturbam e fazem sonhar.

Palavras que mexem com o mais intimo de nós.

 

Palavras ditas por alguém intimo

Ou por um simples desconhecido.

E que nos fazem vibrar

Que nos fazem sentir as mais escaldantes sensações.

 

Sedução...

Seduzir e deixar-se seduzir.

Jogo perigoso e apaixonante

Que nos faz cometer loucuras em nome do prazer.

 

Olhares quentes e húmidos

Que nos trespassam a alma

Caricias proibidas que nos provocam arrepios,

Beijos calorosos dados no escuro das sombras.

 

Sedução...

Paixão...

Tesão...

Traição...

Emoção...

Sinto-me: Sedutora
Música: Amor de sedução - Mikefoxx
Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Espero-te...

 

Espero-te.

Deitada nas pedras nuas que circundam a lagoa...

Espero-te.

O meu corpo sedento do teu...

A minha alma cheia de sonhos e imagens plenas de sensualidade...

Espero-te.

O desejo percorre as minhas veias, as minhas entranhas...

Espero-te.

Como a  lua espera o amanhecer para beijar o sol...

Como toda a andorinha espera a Primavera...

Espero-te.

Cheia de fogo e desejos...

Cheia de paixão e ternura...

Espero-te.

 

Sinto-me: Apaixonada
Música: A paixão - Rui Veloso
Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008

Vem amor...

 

Vem amor...

Quero o teu corpo colado ao meu.

Quero sentir os teus beijos,

A tua boca a percorrer o meu corpo sedento do teu.

 

Quero sentir as tuas mãos fortes e firmes a me agarrar.

Quero sentir o teu cheiro, o teu sabor.

Quero sentir o teu calor, o teu suor.

 

Quero poder amar-te e beijar-te,

Tocar-te e apertar-te entre os meus dedos.

Quero sentir-te dentro de mim

Como uma espada na bainha.

 

Vem.

Vem amar-me como eu te amo.

Vem possuir-me tal como nos meus sonhos.

 

Desejo-te tanto.

Sonho tanto com esse momento mas tu não vens.

És um sonho, uma miragem.

Um desejo irreal...

 

 

 

Sinto-me: In Love
Música: Momento - Pedro Abrunhosa
tags: ,

.Conhece-me

.Meu Tempo

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Visitantes

search engine marketing company
provided by Inteliture.com
Photobucket Photobucket

.Meus Selos

:: LEVA-ME ::


:: APROVADO ::


Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

.Memórias Recentes

. Apaixonada...

. "Sou fã..."

. Tenho saudades...

. Na praia...

. Há coisas k nos akecem de...

. Sonho...

. Beijo...

. Sedução...

. Espero-te...

. Vem amor...

.Memórias Passadas

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.Blogs Amigos

.Eu Participo

.tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Prendas Carinhosas

.Campanhas

blogs SAPO

.subscrever feeds