Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Recordações...

Este texto que vou publicar agora, vem de encontro ao post anterior, e já foi escrito há 2 anos, alguns dias depois de ter saido do meu Cursilho de Cristandade.

Para que já viveu um cursilho, vai entender o que eu escrevi, para quem nunca viveu, espero que fique com curiosidade e vontade de viver.

Digo viver e não fazer, porque um cursilho é um caldeirão de emoções, e as emoções vivem-se, não se fazem.

Espero que gostem, qualquer dúvida ou opinião será muito benvinda.

Fico à espera de comentários.

 

                        

 

Senhor,
Foi no ano passado, por esta altura, que me chamas-te a viver os 3 melhores dias da minha vida.
Mas recordo com saudade esses dias, de grande alegria, grande entusiasmo, mas também de grande sofrimento interior.
Sim.
Sofrimento por ser tão grande a Tua tarefa para mim, e tão grande o meu egoísmo, a minha comudês e a minha ignorância de não saber como havia de pôr em prática tudo aquilo que me mandavas fazer.
Mas, como cristã consciente que agora sou, ao sair abri os meus olhos ao mundo e comecei a falar de Ti, a falar das coisas maravilhosas que me tinhas transmitido naqueles dias.
O meu entusiasmo era tão grande que as minhas palavras se atropelavam ao sair da minha boca, a minha ânsia de proclamar aos que me rodeavam, o meu amor por Ti era tão grande que não cabia no meu peito.
Nunca foi tão bom falar de Ti. Nunca foi tão bom falar do Teu amor puro e incondicional por nós. Agora mais do que nunca, sei que me amas e sempre me amarás, mesmo que algum dia eu duvide.
Quero agradecer-Te Senhor. O Teu amor e o Teu apoio sempre presente, que nem sempre estamos preparados para compreender e sentir.
As saudades que sinto daqueles dias, não são de estar "fechada", pois agora sei que fechados em nós não somos ninguém. São da Paz, do Amor fraterno e da União cristã que ali se vivem.
Nesse fim de semana, plantaste em mim a mais bela semente, a semente do Teu amor.
Agora peço-Te.
Que Chovas todos os dias no meu coração, e no coração daqueles que ainda não viveram esta experiência de Fé cristã, para que essa semente cresça e dê os mais belos frutos que só Tu tens para dar: Amor pelos outros, Caridade sincera, e a Fé cega e incondicional em Ti.
E assim me despeço, não com um adeus, mas com um "estou sempre aqui para Ti", pois agora sei, mais do que nunca, que:
CONTIGO POSSO TUDO, SEM TI NÃO POSSO NADA!
                Decolores!

 

                                                   Angra do Heroísmo, 14-Outubro-2007

Sinto-me: Feliz
Música: Decolores - Hino do MCC
Publicado por Lala às 14:24

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
9 comentários:
De adnirolfpa a 21 de Julho de 2008 às 15:05
Obrigada por partilhares experiências tão belas.
Cada um de nós guarda em si momentos em que se sentiu ligado a Jesus de uma forma ou de outra. Ao partilharmos dá-mos um pouco do que sentimos aos outros.
beijinho
(Gostei muito da letra da musica)
De Lala a 22 de Julho de 2008 às 00:01
Olá.
Obrigado por entenderes este momento de abertura espiritual.
Nem todos tem capacidade para o fazer.
muitas vezes, por falarmos assim abertamente de Cristo, somos mal entendidas, gozadas, e mesmo humilhadas.
Custa muito, na sociedade de hoje, viver a religiosidade em plenitude e com verdadeira abertura.
Bjinhos.
De Azoriana a 22 de Julho de 2008 às 00:35
Já fui "anjo", já fui "diabo"
Já fui jovem, sou mulher,
Mas daquilo que me gabo
Foi um Cursilho fazer.

Dos três dias não esqueço,
Foram em noventa e cinco,
No entanto, desfaleço,
Por ter perdido o afinco.

Eu amo sempre o Bom Deus,
Mas o tempo nos apaga...
Vivo junto com os meus,
Sua Palavra me afaga.

Dentro do meu pensamento,
Por vezes, desenfreado,
Há sempre algum tormento,
Em virtude dum passado.

Lembro, então, dos belos dias,
E dá-me uma amargura:
Vivi sim mais alegrias,
Por abraçar tal ternura.

A ternura do Senhor
Que nos dá os bons caminhos;
E quem for Seu seguidor
Nunca os passos vão sozinhos.

Bjinhos
De Azoriana a 21 de Julho de 2008 às 18:30
Entendo-te perfeitamente porque também vivi essa vivência.
Alerto-te, no entanto, para o tempo. Com o passar do tempo "morre" algum entusiasmo mas o Amor fica para sempre, independentemente do que a vida nos prepara.
Com Ele tudo, sem Ele nada. Decolores
De Lala a 21 de Julho de 2008 às 23:58
Olá amiga.
Benvinda a esta tua casa.
Foi com grande alegria que li o teu comentário.
E com maior alegria ainda, que percebi que também tu já tinhas vivido esta experiência tão maravilhosa.
Volta sempre.
Serás sempre bem recebida.
Abraços em Cristo.
Decolores.
De Azoriana a 22 de Julho de 2008 às 00:33
Já fui "anjo", já fui "diabo"
Já fui jovem, sou mulher,
Mas daquilo que me gabo
Foi um Cursilho fazer.

Dos três dias não esqueço,
Foram em noventa e cinco,
No entanto, desfaleço,
Por ter perdido o afinco.

Eu amo sempre o Bom Deus,
Mas o tempo nos apaga...
Vivo junto com os meus,
Sua Palavra me afaga.

Dentro do meu pensamento,
Por vezes, desenfreado,
Há sempre algum tormento,
Em virtude dum passado.

Lembro, então, dos belos dias,
E dá-me uma amargura:
Vivi sim mais alegrias,
Por abraçar tal ternura.

A ternura do Senhor
Que nos dá os bons caminhos;
E quem for Seu seguidor
Nunca os passos vão sozinhos.

Bjinhos
De Chicailheu a 21 de Julho de 2008 às 19:35
DECOLORES AmigA!

Eu sei bem o que isso é, pois já passei por essa experiência maravilhosa, há alguns anos atrás.
Não é difícil estar aqueles 3 dias fechada...difícil é vir cá para fora e querer passar a mensagem e ser mal interpretada e mal entendida!
Também saí com uma vontade enorme de falar de DEUS a tudo e todos...mas, fui encontrando portas trancadas e as minhas palavras fizeram eco cá dentro da minha alma!
Até injuriada fui, mas ouvi e sofri calda em nome do me SENHOR!
Hoje, mais madura, procuro falar DELE só a pessoas que acho que estão em sintonia comigo, pois com as outras é deitar pérolas a porcos.
É tudo muito complicado, pois sabes que a maioria das pessoas não querem saber de nada, muito menos dos Curos de Cristandade!

Que DEus te dê forças para nunca desanimares e continuares a tua caminhada de Fé!
Beijinhos e fica bem.
Chicailheu

De Lala a 21 de Julho de 2008 às 23:55
Olá amiga.
São emoções que nunca esquecem, vivamos nós 100 dias ou 100 anos.
E quanto aos outros nos compreenderem, resta-nos apenas rezar para que um dia vivam Cristo como nós o vivemos.
Bejinhos
De Azoriana a 22 de Julho de 2008 às 00:37
Comentei mas julgo que se passa qualquer problema. Deixa ver se vejo este entrar

Opinar

.Conhece-me

.Meu Tempo

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Visitantes

search engine marketing company
provided by Inteliture.com
Photobucket Photobucket

.Meus Selos

:: LEVA-ME ::


:: APROVADO ::


Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

.Memórias Recentes

. Apaixonada...

. To an Angel...

. "Sou fã..."

. O primeiro encontro... 3

. O primeiro encontro... 2

. O primeiro encontro...

. Olá a todos... Voltei

. Som do coração

. Que saudadessssssssssssss...

. Tenho saudades...

.Memórias Passadas

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.Blogs Amigos

.Eu Participo

.tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Prendas Carinhosas

.Campanhas

blogs SAPO

.subscrever feeds