Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Não ter tempo...

Sabe meu filho,
Até hoje não tive tempo
Pra brincar com você.
Arranjei tempo pra tudo
Menos pra ver você crescer.
Nunca joguei
Dominó, dama, xadrez
Ou batalha naval com você.
Eu percebo que você me odeia.
Mas sabe... Sou muito importante
E não tenho tempo...
Sou importante para números,
Convites sociais,
Uma série de compromissos inadiáveis.
E largar tudo isso
Pra sentar no chão com você?
Não! Eu não tenho tempo!
.
Também... também... você não intende...
Eu não tenho tempo.
De que adianta
Saber as mínimas coisas de você
Se eu tenho outras  grandes coisas
Pra saber.
Puxa!!! Como você cresceu!!!
Você já passou da minha cintura!...
Eu nem havia reparado nisso!
Alias eu não reparo quase nada.
Minha vida é corrida
E quando eu tenho tempo
Prefiro usá-lo lá fora.
E se uso aqui,
Perco-me calado diante da TV
Porque a TV é importante
E me informa muito.
.
Sabe meu filho,
A última vez
Que eu tive tempo para você
Foi numa noite de amor
Com sua mãe.
Eu sei que você se queixa.
Eu sei que você sente a falta de uma palavra,
De uma pergunta minha,
De um corre-corre,
De um chuto na bola.
Mas eu não tenho tempo.
.
Mas você entende.
Eu spou um homem importante.
Tenho que dar atenção a muita gente.
Eu dependo delas.
Filho, filho, você não entende
Nada de comércio.
Na realidade,
Eu sou um homem sem tempo.
Eu sei que você fica chateado
Porque as poucas vezes que falamos
É monólogo, só eu falo,
E noventa e nove por cento é bronca.
.
Quero silêncio! Quero sossego!
E você tem a péssima mania
De vir correndo sobre a gente.
Você tem a mania
De querer pular nos braços dos outros.
Filho, eu não tenho tempo
Para abraçá-lo.
Não tenho tempo pra ficar
Com papo furado com criança.
Sabe, filho,
Não tenho tempo!!!
.
Mas o pior de tudo,
O pior de tudo é que se você
Morresse agora, já, neste instante,
Eu ficaria com um peso na consciência
Porque até hoje,
Até hoje,
Não arrumei tempo
Pra brincar com você.
E na outra vida, por certo,
deus não terá tempo
De me deixar pelo menos
Vê-lo.
(Neimar de Barros)
.
Este texto poético, em forma de carta, escrito por Neimar de Barros, foi posto aqui no meu blog, com o intuito de fazer pensar.
Quantas vezes, mandamos arredar os nossos filhos, com o pretexto de não termos tempo?
E se fosse ao contrário?
Se fossem as outras pessoas a não terem tempo para nós?
E se Deus, um dia, não tiver tempo para nós?
 
Sinto-me: Pensativa
Música: One moment in time - Julianne R. Johnson
Publicado por Lala às 00:30

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
4 comentários:
De Cintia guerreira a 28 de Abril de 2008 às 11:57
Oi minha amiguinha, que triste ese post, graças a Deus disso meus filhos não tem de reclamar de mim, sabe ao ler essa cartinha ou poema não sei como chamar, confesso que chorei, muitos pais e mães acabam deixando seus filhos de lado por causa do trabalho e não veem o tempo precioso que estão perdendo, me fez lembrar tbm da pequena Izabela, que foi tirada desse mundo sem ao menos ter a chance de viver......espero que muitos possam ler esse post e refletir no tempo precioso que temos ao lado de nossos filhos e que por muitas vezes despresamos.....se me autorizar gostaria de postar no meu blog para que essa história seja divulgada pela blogosfera, e que venha a tocar no coração de muitos pais.....tenha um ótimo dia....beijossss
De Lala a 5 de Maio de 2008 às 09:52
Pois amiga.
As vidas hoje e, dia, são tão corridas, que nos esquecemos de dar importância àquilo que verdadeiramente interessa: Os nossos filhos, e que nós mais amamos.
Espero que este poema sirva de alerta, para todos nós.
Bjocas.
Lala
De samueldabo a 5 de Maio de 2008 às 08:59
Amiga.
Lala (Carla)
O poema alerta. O poema destaca. A verdade dos dias que correm. Mal olhamos para nós. E não vemos nada, na ânsia de conquistar os bens terrenos.
E os meninos vão correndo, alegres, saltitando, a ver o sol chegar.
Um beijinho de amigo
De Lala a 5 de Maio de 2008 às 09:53
Olá Samuel.
Eu sei que as vidas são corridas.
Mas devemos tirar um pouco de nós, para dar aos outros, principalmente à carne da nossa carne.
Bjocas.
Lala

Opinar

.Conhece-me

.Meu Tempo

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Visitantes

search engine marketing company
provided by Inteliture.com
Photobucket Photobucket

.Meus Selos

:: LEVA-ME ::


:: APROVADO ::


Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

.Memórias Recentes

. Apaixonada...

. To an Angel...

. "Sou fã..."

. O primeiro encontro... 3

. O primeiro encontro... 2

. O primeiro encontro...

. Olá a todos... Voltei

. Som do coração

. Que saudadessssssssssssss...

. Tenho saudades...

.Memórias Passadas

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.Blogs Amigos

.Eu Participo

.tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Prendas Carinhosas

.Campanhas

blogs SAPO

.subscrever feeds