Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Um dia... (2)

 

 

O momento de cumplicidade e ternura parecia eterno, mas tinha de acabar.

Os miúdos estavam a chegar da escola...

- Tens de te ir embora.

- Eu sei. Mas não consigo. Agora não te quero deixar.

E novamente os corpos se entrelaçaram, as bocas num misto de paixão e ternura voltaram a unir-se.

Era impossivel resistir.

- E agora? Quando é que me vais fazer uma visita?

- Eu? À tua casa?

- Sim. Eu corri os riscos todos vindo aqui. Agora é a tua vez. Quero que vás lá também.

- Não sei. Tenho de ver bem como vou fazer. Tem de ser bem combinado.

- Pensa e depois diz como e quando queres fazer a visita.

Era um turbilham de emoções. Medo caldeado com desejo, ternura misturada com prazer.

Um último beijo para a despedida...

- Fico à espera do teu telefonema. Já estou com saudades.

- Eu também...

Ele saiu, logo em seguida chegaram as crianças.

Os nervos a ânciedade, não a deixavam cuidar dos filhos em condições. Não conseguia ajudar nos deveres, a cabeça não parava de pensar no que tinha acontecido.

- Como é que isto foi acontecer?

- O quê mãe?

- Nada filho, a mãe está a falar sozinha.

Ela andava de um lado para o outro, o corpo todo a tremer, as mãos suadas. O medo de ser descoberta...

O telemóvel toca:

- Meu amor, já cheguei a casa. Estou a morrer de saudades. Quero estar contigo outra vez.

- Eu também meu amor.

- Não te demores a pensar num dia para vires cá.

- Talvez para a próxima semana. Estou de folga na 5º feira.

- Vou morrer de saudades da tua boca até lá...

- Tem de ser, temos de ter cuidado.

- Eu sei. Desculpa a minha ânciedade, mas estou doido para te ter nos meus braços outra vez.

Um barulho... a porta abre-se...

- Tenho de desligar o meu marido chegou...

E a tremer de medo, com a boca a amargar e as mãos todas suadas, ela vai receber o marido, com o sorriso mais falso deste mundo...

.

(contiunua)

Sinto-me: Excitada
Música: O vôo do moscardo
Publicado por Lala às 02:42

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De samueldabo a 23 de Abril de 2008 às 07:48
Lala (Carla)
Viva, amiga. Agora que se cuidem, nasceu uma nova e potente prosadora.
A história é de uma emoção contagiante. Até parece real, sendo sonho.
A imaginação fértil da autora leva-nos a um patamar emotivo muito forte.
Aguardamos ansiosos o desenvolvimento.
Beijos de amigo
De Lala a 23 de Abril de 2008 às 12:49
Olá amigo Samuel.
Pois é...
A tua história agussou-me a imaginação, e agora deu nisto.
Obrigada pelos elogios.
Bjocas.

Opinar

.Conhece-me

.Meu Tempo

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Visitantes

search engine marketing company
provided by Inteliture.com
Photobucket Photobucket

.Meus Selos

:: LEVA-ME ::


:: APROVADO ::


Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

.Memórias Recentes

. Apaixonada...

. To an Angel...

. "Sou fã..."

. O primeiro encontro... 3

. O primeiro encontro... 2

. O primeiro encontro...

. Olá a todos... Voltei

. Som do coração

. Que saudadessssssssssssss...

. Tenho saudades...

.Memórias Passadas

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.Blogs Amigos

.Eu Participo

.tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Prendas Carinhosas

.Campanhas

blogs SAPO

.subscrever feeds