Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Aborto - Questão delicada...

 

 

Este post teve origem na troca de mails sobre este assunto, com um amigo muito querido.

Como ele próprio me disse, e eu assumo, este assunto mexe comigo, e com grande parte da população.

Daí o meu atrevimento em postá-lo aqui.

 

 

 

Eu sei que é delicado, que há questões pessoais.
Mas nos dias de hoje, só tem filhos quem quer.
Há muitos tipos de contraceptivos, alguns patrocinados pelo estado, para quem não os possa pagar.
Agora... Engravidar e torto e a direito e abortar as pobres criaturas, que não não pediram para ser concebidas, ou abandoná-las em lares como aquele em que eu trabalho?
Acho que não está certo.
Quem não quer ou não pode financeiramente ou psicologicamente ter filhos, que tenha juízo e que não os tenha.
Não se faz estrelização da gatas vadias que, pobres bichos, não são responsáveis pelos seus actos?
Pois esterilizem essas mulheres que sem o mínimo pudor, fazem e desfazem crianças, como se de trapos se tratassem.
Peço-vos desculpa pela minha revolta e pela minha maneira de escrever.
Mas eu própria passei pela experiência de um aborto, involuntário é certo, de apenas 2 meses e meio, mas que me deixou recordações que nunca mais as esquecerei.
Por esse motivo, me revolta tanto o aborto, o descarte sem dó nem piedade, de tantos inocentes, que não pediram para ser concebidos, mas foram, e depois são despejados no
lixo como se de nada importante se tratassem.
Aborto por questões de doença, de perigo de vida de alguma das partes, por violação? Isso é outra coisa.
Agora por comodismo, por irresponsabilidade?
Isso nunca. Jamais compreenderei e aceitarei.

 

 

 

A procriação, ou como comumente nós chamamos, fazer amor, é isso mesmo, um acto de amor de entrega, de partilha de responsabilidades e de decisões.

Fazer amor com o intuito de procriar, ou fazê-lo apenas para dar e receber esse mesmo amor, reforçando os laços de intimidade de um casal, é isso e apenas isso, um acto de AMOR.

Se desse acto nascer um ser vivo, esse ser vivo é nada mais nada menos, do que fruto desse mesmo amor.

Já pensámos por um momento, cada um de nós, se um dia a nossa própria mãe, viesse ter connosco e dissesse:

-Tu não eras para ter nascido, eu ia te abortar.

O que iriamos nós sentir???

Sinto-me: Maternal
Música: O meu menino é de oiro - Dulce Pontes
Publicado por Lala às 17:39

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
10 comentários:
De samueldabo a 17 de Abril de 2008 às 18:34
Viva,Lala.
É muito bonito tudo o que escreveste. Atrevo-me.até, a sugerir que as pessoas comemtem com o seu testemunho esta mensagem de querer, de vontade , e de mulher mãe.
É tempo de as pessoas deixarem de fazer sexo como os animais e não assumirem as suas responsabilidades. Ter actividade sexual é um acto de amor.
Beijinhos de amigo
De Lala a 19 de Abril de 2008 às 00:17
Obrigado amigo pelo teu apoio.
Sei que contigo posso sempre contar.
Bjocas.

Lala (",)
De samueldabo a 19 de Abril de 2008 às 01:02
Viva, lala.
ainda a pé?
Vais ver que é como eu disse, Vão aparecendo.
bjokas de amigo
De Mary a 17 de Abril de 2008 às 19:03
Querida amiga,estava tão ocupada com o concurso e o palácio,mas não esqueci de vim te deixar um abraço de uma amiga que muito te estima.Aceite com carinho a sacolinha mágica que está na floresta de outono.beijinhos
De Chicailheu a 18 de Abril de 2008 às 21:21
Olá Lala

É pertinente este teu post, por isso as pessoas fogem de o comentar!
Eu não, e vou dizer que concordo inteiramente com tudo o que escreves-te!

A maioria foge como o diabo da cruz, quando abordamos este e outros assuntos, que lhes incomodam...uns porque o já fizeram, e outros por pura ignorância e não se preocupam com estes assuntos demasiados sérios!
É mais fácil comentar, sexo, e outras coisas banais!!!

Como eu te compreendo.

Para quando o nosso encontro????
beijos e boa noite
Chicailheu
De Lala a 19 de Abril de 2008 às 00:21
Chica.
Fiquei tão contente com o teu contributo, com a tua opinião.
Já julgava que ninguém se interessava por assuntos sérios.
Mas há sempre alguém que não tem medo de enfrentar um desafio e dar testemunho daquilo que sente em ralação aos dilemas do dia a dia.
Bjocas e mais uma vez obrigado.

Lala (",)
De Joanina a 19 de Abril de 2008 às 04:28
Olá Lala! Ontem passei por aqui, li o teu artigo e não deixei um comentário . Hoje voltei, e vi que era importante para ti que as pessoas dessem a sua opinião, e por isso eu vou a escrever-te estas linhas. Antes de mais nada, quero deixar claro que se ontem eu não dei a minha opinião, não e porque não a tenha, ou porque tenha medo de a dar! Eu não tenho papas na língua , mas tenho bom senso, e acho que este assunto e tão sensível, e envolve tanta coisa, que as vezes ao darmos a nossa opinião estamos também a fazer juízos de valor, e isso e que eu acho que não esta certo, e disso e que eu não gosto nada!! Por essas razoes e que ontem eu preferi ficar calada! Eu nunca fiz um aborto, mas também não julgo quem o faz, porque acho que cada caso e um caso, e cada um sabe de si... E Deus, felizmente, que sabe de todos! Se Ele não julga, nem condena ninguém, então quem sou eu para o fazer?... Eu não vou a igreja todos os Domingos, mas orgulho-me de tentar seguir o que o filho de Deus me ensinou, que e a não atirar a primeira pedra! Não quero dizer com isso que tu o fizeste!! Deste, e muito bem, a tua opinião. Estas no teu direito, e nos só temos de a respeitar, ainda para mais que este e o teu blog e aqui impões tu as regras! Só há uma única coisa, no meio disto tudo, que eu não concordo e vou ter de te dizer, a ti, e a todos. As nossas opiniões não nos dão o direito de condenar ninguém em praça publica, porque todas as pessoas a partida devem merecer o beneficio da duvida e o nosso respeito! Já pensaste, tu e todos, que por detrás das piores decisões, das que para nos são as mais erradas, também as vezes podem estar verdadeira dor, e verdadeiros dramas?... E afinal quem somos nos, para julgar quem quer que seja?... Bj da Jo
De Lala a 19 de Abril de 2008 às 12:21
Bom dia Joanina.
Fico contente de saber o teu ponto de vista.
Eu também não estou a condenar quem faz ou fez ou concorda com o aborto. Quem sou eu para condenar alguém?
O que eu quero dizer é que não concordo com ele, e principalmente que deve haver mais juizo, mais responasilidade por parte das pessoas.
Como eu digo no post, hoje em dia só tem filhos quem quer, existem tanto métodos contraceptivos! Para quê usar o aborto como mais um?
Nós mandamos no nosso corpo, é verdade, as apartir do momento que temos uma vida dentro de nós, esse corpo já não é só nosso, é o casulo que abriga essa vida.
Temos a obrigação moral de a proteger.
Obrigado por teres passado por cá.
Bjocas e Bom Fim de Semana.
Lala (",)
De Ju e Mary a 19 de Abril de 2008 às 06:42
Oi Lala, viemos comentar seu post, concordamos com tudo o que disse, é um assunto polêmico, censurado pela Igraja Católica, apoiado por uns etc...Além de ser crime é irresponsabilidade quem pratica tal ato. Enfim, o amor é importante e tem mulher que nasce apenas com o instinto de sobrevivência. Ju e Mary
De Lala a 19 de Abril de 2008 às 12:25
Obrigado meninas por terem passado por cá e por terem contribuido com a vossa opinião.
Sei que este assunto é polémico, mas é um assunto que está presente no nosso dia a dia, na TV se calhar até na nossa vizinhança, por isso achei que devia ser também falado aqui, muitas vezes não podemos dar a nossa opinião, quando estes assuntos são debatidos nos meios de comunicação. Foi isso que eu tentei fazer aqui, dar voz a quem quisesse opinar.
Obrigado pela vossa opinião, foi muito importante.
Bjinhos e Bom Fim de Semana para as duas.

Lala (",)

Opinar

.Conhece-me

.Meu Tempo

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Visitantes

search engine marketing company
provided by Inteliture.com
Photobucket Photobucket

.Meus Selos

:: LEVA-ME ::


:: APROVADO ::


Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

.Memórias Recentes

. Apaixonada...

. To an Angel...

. "Sou fã..."

. O primeiro encontro... 3

. O primeiro encontro... 2

. O primeiro encontro...

. Olá a todos... Voltei

. Som do coração

. Que saudadessssssssssssss...

. Tenho saudades...

.Memórias Passadas

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.Blogs Amigos

.Eu Participo

.tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Prendas Carinhosas

.Campanhas

blogs SAPO

.subscrever feeds