Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

História sem Nome... (3)

 

- Olha agora tenho de ir almoçar, mas se quiseres podemos encontrar-nos mais tarde.

- Está bem. Aqui às 14, está bom para ti Miguel?

- Está combinado. Aqui às 14. Até logo.

O almoço correu lento, a ansiedade para aquele encontro inesperado, era maior a cada minuto.

O tempo passou e finalmente chegaram as 14 horas. Num passo apressado dirigiram-se os dois para o lugar marcado, cada um seguindo o seu caminho.

Havia naquele encontro algo de diferente, não era romance, não era sedução... Era o encontro de duas almas gémeas, Joana sentia que aquele rapaz sempre tinha pertencido à sua vida, mesmo sem nunca o ter visto.

Era estranho...

Chegaram ao mesmo tempo vindos de pontos opostos da cidade. Ficaram olhando um para o outro à espera que o outro desse o primeiro passo, fizesse a primeira sugestão.

- Onde vamos?

Perguntaram os dois ao mesmo tempo, desatando logo à gargalhada.

-Não sei. Tens alguma ideia Miguel?

-Não e tu Joana?

-Nem por isso. Olha podiamos ficar por aqui a conversar...?

-Pode ser. Mais logo vai haver um espectaculo de malabarismo de rua e podiamos ir ver.

- OK. Ficamos por aqui por agora a vamos então mais tarde a esse espectaculo.

Desceram juntos até à pequena praia deserta, e sentaram-se na areia a conversar, a contar histórias passadas, a fazer confidencias como velhos conhecidos.

- Isto é tão estranho!

- O quê Joana?

- Nunca tinha falado assim da minha vida com um estranho! Sim, porque tu és um estranho para mim.

- É verdade, eu também nunca tinha falado assim com ninguém, parece que sempre te conheci... sinto uma confiança estranha, uma intimidade que nunca senti antes por ninguém.

- Gosto tanto de estar aqui, assim a falar contigo, fazes-me sentir bem...

Miguel sorri e passa delicadamente a mão pelos cabelos de Joana.

- O que foi isso?

- Desculpa... Não sei explicar... É melhor irmos embora. Vai começar o espectáculo não tarda nada.

-Tens razão. É melhor.

A tarde foi divertida. Muita música, cor, gargalhadas...

Era já tarde quando se separaram.

- Que vais fazer logo à noite? Há um concerto. Queres vir comigo ou tens planos?

- Não Miguel. Não tenho planos nem tinha companhia para sair, por isso aceito de bom grado.

- Então logo às 22 ao pé da Pasteleria Athanásio, em frente à Sé.

- Não te atrases.

(continua)

Publicado por Lala às 18:08

Link do post | Dê Opinião | Adicionar aos favoritos
5 comentários:
De Chicailheu a 2 de Abril de 2008 às 18:56
Curioso: "Pastelaria Athanásio"...conheço este nome muito bem, e até a frequento com alguma assiduidade!
Bela hístória que já se presente seja de amor!
Fico aguardando a continuação da mesma...
devo conhecer os intervenientes?!...
Beijos e bom encontro!

Chicailheu
De Lala a 2 de Abril de 2008 às 19:34
Olá amiga Chica.
As personágens são virtuais, inspiradas aqui e ali num pouco de todos nós os apaixonados.
Não sei se reparou, mas a história já vem de traz.
Espero que tenha lido as partes anteriores, que continue a segui-la, e que goste de a ler tal como eu estou a gostar de a escrever.
Bjks.

Lala (",)
De samueldabo a 2 de Abril de 2008 às 23:15
Lala, (Carla).
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Lala, (Carla). <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Leio</A> a tua história e não posso deixar de pensar que ainda há poucos dias, publicavas palavras dos outros, com muito interesse, mas eram dos outros. Servias-te das palavras deles para exprimires as tuas emoções. <BR>Ousaste sair da toca e eis que surges fértil e plena de imaginação.. <BR>D. Chica pensa que tens uma paixão secreta. Mas vê-se bem que estás apaixonada pela escrita.<BR><BR>Um beijo e um abraço de amigo
De Lala a 2 de Abril de 2008 às 23:54
Tens razão amigo, a minha paixão é pela escrita.
A história que aqui posto, é apenas fruto da minha imaginação há muito adormecida.
Mas és tu o meu despertador, foste tu, amigo samuel, quem me despertou.
E por isso digo e proclamo aos 4 ventos:
OBRIGADA SAMUEL, pela luz que abriste dentro de mim, pela vontade de criar que fizeste renascer dentro de mim...
Bjks.
De rui santos a 3 de Abril de 2008 às 10:00
a tua paixão pela escrita sente-se a cada palavra, a cada virgula na musica que toca no teu log.
belissmo blog, cheio de sentimento, bem diferente do meu que pelos vistos gostaste.
jasabes sexta a minis e coiratos

Opinar

.Conhece-me

.Meu Tempo

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Visitantes

search engine marketing company
provided by Inteliture.com
Photobucket Photobucket

.Meus Selos

:: LEVA-ME ::


:: APROVADO ::


Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

.Memórias Recentes

. Apaixonada...

. To an Angel...

. "Sou fã..."

. O primeiro encontro... 3

. O primeiro encontro... 2

. O primeiro encontro...

. Olá a todos... Voltei

. Som do coração

. Que saudadessssssssssssss...

. Tenho saudades...

.Memórias Passadas

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.Blogs Amigos

.Eu Participo

.tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Prendas Carinhosas

.Campanhas

blogs SAPO

.subscrever feeds